Perícia da PF vai confirmar se restos mortais são de Bruno Pereira e Dom Philips


O avião com os restos mortais que foram encontrados no Amazonas deve chegar nesta quinta-feira (16) a Brasília, para que a Polícia Federal confirme se são do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Philips, desaparecidos desde o dia 5 de junho. Os remanescentes humanos foram encontrados após Amarildo da Costa Pereira, conhecido como “Pelado”, confessar a participação nos homicídios e indicar o local onde os corpos teriam sido escondidos.

Além de Costa Pereira, Oseney, conhecido como “Dos Santos”, de 41 anos, foi detido por envolvimento no caso. Os dois tiveram as prisões temporárias estendidas para 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias. O processo tramita sob segredo de Justiça.

A PF ainda investiga a possível participação de um terceiro envolvido no desaparecimento de Bruno e Dom. “Tem duas pessoas presas atualmente, apesar de um ter negado a prática delituosa, nós temos provas em seu desfavor. E nós temos indícios da prática [do crime] por outra pessoa, que nós estamos investigando”, disse o superintendente da PF, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (15)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.